O governo do Paraná pretende contratar menos professores temporários (PSS) para o ano letivo de 2018 e com redução de salário em r...

Governo pretende reduzir de 21 mil para 12 mil o número de professores temporários e com redução salarial





O governo do Paraná pretende contratar menos professores temporários (PSS) para o ano letivo de 2018 e com redução de salário em relação a 2017. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato), os vencimentos apresentam redução de 13% a cada hora trabalhada em relação às últimas contratações.

O secretário-chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni (PSDB), disse à Gazeta do Povo que o plano do governo é contratar, no máximo, 12 mil docentes temporários. Lembrando que no ano passado, foram pouco mais de 21 mil contratados.

Até agora de acordo com o edital lançado o governo do estado pretende contratar temporariamente, com salários reduzidos, até 10 mil professores. Os professores e funcionários da rede estadual de ensino já realizaram, no mês passado, protestos em várias cidades do Paraná contra o salário anunciado pela Secretaria de Estado da Educação (SEED) 

Concurso PSS

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) lançou um edital para a contratação de ao menos 10 mil professores, pedagogos, guias intérpretes e tradutores e intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras) que vão atuar nas escolas estaduais do Paraná em 2018. Acesse o Edital Clique Aqui

A inscrição é gratuita e deve ser feito pela internet no site do PSS.

O prazo de inscrições para o Processo de Seleção Simplificado (PSS) será encerrado às 18h do 12 de janeiro de 2018.


Um comentário: