O caminhoneiro Osmar da Cruz diz ter ficado 156 horas no bloqueio. “Eu estava querendo sair mais o movimento lá, pra eu sair de lá t...

Caminhoneiro volta para casa após 7 dias em bloqueio em SP: 'Não é fácil não'


O caminhoneiro Osmar da Cruz diz ter ficado 156 horas no bloqueio. “Eu estava querendo sair mais o movimento lá, pra eu sair de lá tinha até a escolta da polícia, mas a questão era no caminho pra eu poder chegar em casa”, disse.

“E eu tô sentindo muito, porque eu tenho minha esposa que é dependente de mim, e eu fico na rua aí por causa de pessoas."

Osmar ficou emocionado na hora de sair do bloqueio. “Uma coisa assim não é fácil não. Eu acho que a gente tem direito de ir e vir. O medo é da gente sair e ser apedrejado. Até levar um tiro na cara.”

Ele disse que a primeira coisa que queria fazer ao chegar em casa era dar um abraço na esposa, que sofre de Alzheimer, e nos filhos. "Eu acho que todo pai de familia que ama seus filhos não merece uma coisa dessas não", afirmou.

Apesar dos dias de aperto, o caminhoneiro espera que o movimento produza resultados. “A esperança é essa. Que abaixe o combustível porque todos os caminhoneiros estão sendo massacrado por esse governo.”
Fonte: g1.globo.com/sp




0 comentários: