E ssa semana saiu no Diário Oficial do Estado de São Paulo a autorização para realização de novo Concurso Público pela Secretaria de...

Novo Concurso com 15 Mil vagas do Governo não é para Contratação de Temporários; entenda


Essa semana saiu no Diário Oficial do Estado de São Paulo a autorização para realização de novo Concurso Público pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo para 15 mil vagas de professor de educação básica II (PEB II). Mas muitos, nas redes sociais, interpretaram que o certame era para contratação de professores temporários. Leia o despacho:

DESPACHO DO GOVERNADOR, DE 20-8-2018
No processo SE-17-2018, vols. I e II (SPG-344.919-18),
sobre abertura de concurso público para o provimento de
cargos: "Diante dos elementos de instrução do processo, da
manifestação do Secretário da Educação e tendo presente os
pronunciamentos das Secretarias de Planejamento e Gestão
e da Fazenda, autorizo a Pasta requerente a adotar as providências
necessárias para a abertura de concurso público, visando ao 
provimento de 15.000 cargos vagos de Professor Educação Básica 
II, exclusivamente para efeito de reposição de docentes 
contratados em caráter excepcional e temporário,
observadas as vedações previstas na LF 9.504-97 (Lei Eleitoral) e na 
LCF 101-2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal), e obedecidos os 
demais preceitos legais e regulamentares atinentes à espécie."
Fonte: DOE, Executivo I - Pag. 3

Segundo a autorização, o provimento é exclusivamente para efeito de reposição de docentes contratados em caráter excepcional e temporário. Mas os novos servidores serão contratados em caráter efetivo. Note que o texto diz reposição, ou seja, está especificando em que vagas os novos contratados serão colocados.

Para participar do novo concurso, que deve ter o edital publicado muito em breve, os candidatos devem ter nível superior, com licenciatura na área de atuação. A remuneração inicial é de R$ 2.585,00 para jornada de 40 horas semanais.  No entanto, o valor do salário pode chegar a R$3.899,94 devido à progressão do cargo.


Último concurso

O último concurso para o cargo foi em 2013 para 59 mil vagas, e registrou 322,7 inscritos. Entre as disciplinas com vagas havia artes, biologia, ciências, educação física, filosofia, geografia, história e língua portuguesa. A organizadora foi a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Prepare-se com antecedência

Muitos esperam a publicação do edital para começar os estudos, mas especialistas em concursos concorridos sempre deixam claro que isso é um grande erro, pois o tempo entre a publicação do edital e a Prova é de pouco menos de 2 meses. Uma boa preparação exige tempo e dedicação aos estudos, por isso muitos concorrentes já estão estudando. Veja apostilas com o conteúdo para começar os estudos AQUI.




0 comentários: