O Governo do Paraná, através da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), anunciou um Processo Seletivo que vai ...

Governo do Paraná abre novo processo seletivo. Salário de R$ 3.657,27


O Governo do Paraná, através da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), anunciou um Processo Seletivo que vai contratar profissionais que vão atuar no Programa Família Paranaense 

As oportunidades são para as funções de 
Pedagogo, 
Administrador, 
Assistente Social, 
Contador, 
Economista, 
Estatístico,  
Profissional de Tecnologia da Informação, 
Psicólogo 
e Sociólogo.

Essas funções serão exercidas em jornadas de 40h semanais com remuneração de R$ 3.657,27.

As vagas estão distribuídas para sede Curitiba, Apucarana, Campo Mourão, Cornélio Procópio, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Ivaiporã, Jacarezinho, Laranjeiras do Sul, Londrina, Maringá, Paranaguá, Paranavaí, Pato Branco, Ponta Grossa, Toledo, Umuarama, União da Vitória, Cascavel e Irati.

Para realizar as inscrições é necessário acessar de 18 até 22 de novembro de 2019, o site www.justica.pr.gov.br não há taxa de inscrição, das 9h às 17h do último dia.

Para mais informações acesse o edital em www.justica.pr.gov.br/sites/default/arquivos_restritos/files/documento/2019-11/edital_01-2019-_sejuf.pdf

Os candidatos serão classificados por meio de Prova de Títulos.

8 comentários:

  1. Respostas
    1. As oportunidades são para as funções de
      Pedagogo,
      Administrador,
      Assistente Social,
      Contador,
      Economista,
      Estatístico,
      Profissional de Tecnologia da Informação,
      Psicólogo
      e Sociólogo.

      Excluir
  2. Quero participar deste concurso tecnologia de informações .
    Isto é muito bom.

    ResponderExcluir
  3. Para Carlópolis pr as vagas não seram disponiveis?

    ResponderExcluir
  4. Não tem aqui pra São José dos Pinhais.

    ResponderExcluir
  5. Aonde eu entro para fazer a inscrições?

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. E tem gente que ainda acredita nisso kkkk

    ResponderExcluir