O professor que foi roubado dentro da escola em que trabalha, na cidade de Camaçari, região metropolitana de Salvador, contou que a d...

Professor roubado em escola conta que assaltantes ameaçaram crianças: 'Vou dar tiro em todo mundo'


O professor que foi roubado dentro da escola em que trabalha, na cidade de Camaçari, região metropolitana de Salvador, contou que a dupla que cometeu o crime - um homem e uma mulher - ameaçou atirar nos alunos durante o assalto. O crime ocorreu na manhã da quarta-feira .

“O rapaz suspendeu a camisa, mostrou-me uma arma ‘de punho’ e gritou: ‘isso aqui é um assalto, passe para mim a chave do seu Ecosport e passe o celular e sua carteira. Não dispare o alarme do seu carro. Feche a porta. Não quero que ninguém saia da sala de aula, porque, se alguém sair, eu vou dar tiro em todo mundo’. Fiquei com muita pena de algumas alunas que começaram a perder o controle, começaram a chorar desesperadamente”, relatou o docente, que preferiu não se identificar.

Após o crime, a dupla fugiu com os pertences do professor. Os suspeitos ainda não foram presos. O caso está sob investigação da Polícia Civil. Ninguém ficou ferido durante a ação, no entanto, após o roubo, as aulas foram suspensas na escola, que pertence à rede pública municipal. O funcionamento da instituição de ensino só voltou ao normal na manhã de quinta-feira.

Em nota, a Secretaria de Educação de Camaçari (Seduc) informou que a empresa responsável pela segurança da escola foi notificada após o crime, e que vai abrir uma sindicância para saber por que os funcionários do posto de vigilância 24 horas que funciona na instituição não estavam lá no momento do assalto.

Sobre os casos de violência e falta de segurança, a Seduc informou que esse é um problema de todos os lugares. Ainda no comunicado, a secretaria disse que um representante irá visitar a instituição nesta quinta-feira.
Fonte: g1.globo.com/ba/bahia/noticia


0 comentários: