O presidente Jair Bolsonaro garantiu um novo edital de concurso de Diplomata ( CACD ) e também nos demais anos de seu governo. O cert...

Presidente garante Edital de concurso público para nível Superior! Salário R$ 19 mil + Benefícios


O presidente Jair Bolsonaro garantiu um novo edital de concurso de Diplomata (CACD) e também nos demais anos de seu governo. O certame para este ano está mais próximo de acontecer.

O Diário Oficial da União informou nesta quinta-feira, 14 de maio, o regulamento oficial do próximo concurso público para Diplomata. De acordo com o documento, o edital vai contar com 25 vagas.

O requisito mínimo para se candidatar ao cargo de Diplomata é possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior, emitido por instituição de ensino credenciada pelo Ministério da Educação (MEC).

No caso de a graduação ter sido realizada em instituição estrangeira, caberá exclusivamente ao candidato a responsabilidade de apresentar, até a data da posse, a revalidação do diploma exigida pelo MEC, nos termos do art. 48 da lei nº 9.394/1996. O salário inicial será de R$ 19.199,06, além do auxílio-alimentação de R$458, totalizando R$19.657,06.

O concurso

Segundo o documento publicado no Diário Oficial da União, o concurso vai ser realizado em três fases, conforme disposto a seguir:

Primeira fase: prova objetiva, de caráter eliminatório, constituída de questões de: Língua Portuguesa; História do Brasil; História mundial; Geografia; Língua Inglesa; Política Internacional; Economia; Direito.

Segunda fase: provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório, com questões de: Língua Portuguesa e Língua Inglesa.

Terceira fase: provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório, com questões de História do Brasil, Política Internacional; Geografia; Economia; Direito; Língua Espanhola e Língua Francesa.
Veja a apostila para começar os estudos aqui.

Bolsonaro confirmou que estão mantidos os concursos anuais para ingresso no Instituto Rio Branco (IRB), do Ministério das Relações Exteriores. A decisão foi tomada logo depois consultar ao ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

“O nosso ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, em contato com o nosso ministro da Economia, Paulo Guedes, informou que manterá o concurso dos senhores [ao se referir aos diplomatas] no corrente e nos demais anos. É um reconhecimento do trabalho de todos os senhores e senhores”, declarou Bolsonaro, aos aplausos da plateia.

Provas do concurso

Ainda segundo portaria divulgada no Diário Oficial da União, as primeiras provas do concurso para Diplomata vão ser aplicadas dois meses após publicação do edital do concurso.

Segundo o órgão, o prazo foi reduzido devido à necessidade de que a data de conclusão do concurso seja compatível com o planejamento de atividades do Instituto Rio Branco em 2021. A data de publicação do edital ainda não foi definida.

Segundo o texto, a diretora-geral do Instituto Rio Branco terá a responsabilidade de publicação do edital do concurso.

Agora, o próximo passo vai ser a contratação da banca organizadora do certame.
Fonte: www.noticiasconcursos.com.br

0 comentários: